Localizadas nas margens do Mar Pequeno, as vilas oferecem petiscos com frutos do mar, serviços de piloteiros e aluguel de barcos para pesca e passeios.

Não fale em pressa, correria e nem em congestionamentos nas vilas caiçaras da Ilha. Nada disso existe nesses recantos ornamentados pelas matas nativas,  fauna, flora, peixes e mares de dentro e de fora. Nas vilas caiçaras, pulsa a vida.  Os moradores gostam de recepcionar os turistas, conversar e, sem dúvida, afirmar que não trocariam esse modo de vida por nada desse mundo.

“Fui a São Paulo obrigado para fazer tratamento de saúde. Se fosse de gosto, eu não iria de jeito nenhum”, diz o pescador Onofre Jesus de Souza, da Ponta da Praia.”O melhor lugar do mundo é aqui”, reitera o também pescador José Carlos Cubas, da Trincheira, no extremo sul. De Norte a Sul da Ilha, é grande a paixão do caiçara pela sua terra.

Em muitas vilas, há fogões a lenha, casas de pau-a-pique e pescadores tecendo suas redes. Também é possível comprar peixes, saborear petiscos com frutos do mar e encontrar barcos de pescadores para passeios ou a pesca amadora. Há vilas onde se avista o mar do sofá da sala, um privilégio.

O pescador Paulo Pedro de Lima, da Vila de Ubatuba, tem orgulho de contar que descende de uma família com longa tradição na pesca. Seu filho,  Célio Benedito de Lima, é pescador e, se depender dele, seus netos também viverão da pesca.” Aqui tem tudo o que a gente precisa para viver”, afirmou Paulo Lima. Seu filho Célio reitera:”A gente trabalha com pesca e turismo. A vida é sossegada. O pessoal fala que aqui parece o paraíso. Eu concordo. É muito bom viver aqui”.


Potencializar vocação turística

Para incentivar a visitação das vilas caiçaras, a Prefeitura da Ilha Comprida lança,em fevereiro,  o catálogo Ilha Caiçara, com fotos e histórico das principais vilas do município. O Departamento Municipal de Turismo disponibiliza telefones e serviços oferecidos pelos moradores tradicionais. Duas agências de turismo locais também operacionalizam os roteiros turísticos que levam às vilas caiçaras, das quais destacam-se Trincheira, Boqueirão Sul, Juruvaúva, Pedrinhas, Vila Nova, Ubatuba, Viaréggio, Araçá e Ponta Norte.